O engano do "evangelho moderno"

PARABOLA DAS 10 VIRGENS

O Mapa do Tesouro - Pr.Cleyton Silva

Ninguém é super homem
Deus não te fez de aço
Não leve em teus ombros
Além do que ele te deixou
O mundo é natural
A carne é mortal
É a realidade pra chegar no ideal

O inimigo luta pra você deixar a cruz
Sem ela, ele sabe que você negou Jesus
O peso da tribulação não dá pra comparar
Com o peso da glória que o céu vai revelar

Não despreze a sua cruz
Ela tem sua medida, Deus um dia calculou
Ele conhece a força e a fraqueza de um pecador
O calvário declarou
Com o sangue de Jesus
Para o mundo o seu valor

Não despreze a sua cruz
A renúncia é o braço de equilíbrio pra você
Hoje você não entende, mas um dia irá saber
Que as pegadas de Jesus
São o mapa do tesouro
Deus tem recompensa pra você

A cruz é a responsabilidade do fiel
É o domínio sobre a carne
A ponte para o céu
Diga sim pra Deus
Não negue o que é seu
A trajetória certa Ele escreveu

Vai valer a pena clip - Pr. Cleyton Silva -

Todos nos temos algo a melhorar

Proverbios cap 4

Meu filho, ouve as minhas palavras, inclina teu ouvido aos meus discursos.
 
Que eles não se afastem dos teus olhos, conserva-os no íntimo do teu coração,
pois são vida para aqueles que os encontram, saúde para todo corpo.
 
Guarda teu coração acima de todas as outras coisas, porque dele brotam todas as fontes da vida.
 
Preserva tua boca da malignidade, longe de teus lábios a falsidade!
 
Que teus olhos vejam de frente e que tua vista perceba o que há diante de ti!
 
Examina o caminho onde colocas os pés e que sejam sempre rectos!
 
Não te desvies nem para a direita nem para a esquerda, e retira teu pé do mal.
 
Provérbios cap 4  vers 20 a 27 


Meu filho, ouve as minhas palavras, inclina teu ouvido aos meus discursos.
Que eles não se afastem dos teus olhos, conserva-os no íntimo do teu coração,
pois são vida para aqueles que os encontram, saúde para todo corpo.
Guarda teu coração acima de todas as outras coisas, porque dele brotam todas as fontes da vida.
Preserva tua boca da malignidade, longe de teus lábios a falsidade!
Que teus olhos vejam de frente e que tua vista perceba o que há diante de ti!
Examina o caminho onde colocas os pés e que sejam sempre retos!
Não te desvies nem para a direita nem para a esquerda, e retira teu pé do mal.
Provérbios 4:20-27
Meu filho, ouve as minhas palavras, inclina teu ouvido aos meus discursos.
Que eles não se afastem dos teus olhos, conserva-os no íntimo do teu coração,
pois são vida para aqueles que os encontram, saúde para todo corpo.
Guarda teu coração acima de todas as outras coisas, porque dele brotam todas as fontes da vida.
Preserva tua boca da malignidade, longe de teus lábios a falsidade!
Que teus olhos vejam de frente e que tua vista perceba o que há diante de ti!
Examina o caminho onde colocas os pés e que sejam sempre retos!
Não te desvies nem para a direita nem para a esquerda, e retira teu pé do mal.
Provérbios 4:20-27

As Palavras uma liçao para todos nos



Certamente não há nada mais importante para um homem do que cuidar das palavras que diz. São elas que, diariamente, escrevem nossos rastros na estrada da vida.Conta-se que um homem, ao morrer, encontrou-se num vasto campo, onde outras almas aguardavam que os anjos do Céu viessem buscá-las.Embora essas almas viessem de todas as partes do mundo, falavam uma só língua. Bem na frente da fila, ele pôde ver que umas poucas subiam alegres para o Céu, enquanto muitas, aos gritos, eram levadas para um grande abismo.
“Meu Deus, para onde irei? Para onde serei levado quando chegar a minha vez?”, pensou ele.
Enquanto olhava atentamente o destino das almas, reparou que para cada uma havia uma balança de pratos, que ora pendia para um lado, ora para o outro, decidindo assim o destino daquela pessoa.
Muito aflito, perguntou a quem estava ao seu lado: — Você saberia me dizer o que significa aquela balança? O que ela pesa?— Não sei ao certo, mas acredito que seja a balança da caridade. Ela pesa a quantidade de caridade que alguém pratica na vida. Se alcançar um determinado valor, a pessoa é levada para o Céu. Se não alcançar, vai para as trevas — respondeu o outro.
— Não — disse a alma da frente, que ouviu a conversa — não pode ser a balança da caridade. Eu morri num acidente de trem juntamente com muitas outras pessoas. Viajava conosco um homem muito rico. Ele era famoso por toda a caridade que fazia. Construiu igrejas, hospitais, orfanatos e escolas. Mas, para minha surpresa, vi que a balança pendeu contra ele, lançando-o no abismo. No entanto, uma senhora idosa, que se sentava ao meu lado no trem e que era muito pobre, foi levada para o Céu.
— Talvez então seja a balança da pobreza, e só os pobres subam para o Céu — concluiu o homem.— Assim sendo, creio que subirei, pois tudo que tive na vida foi um bom emprego, uma boa casa e um bom carro. Não tive a vida de riqueza e luxo que muitos tiveram.
— Mas veja uma coisa: em relação a tantas pessoas que viveram pelas ruas, sem emprego, sem casa e sem carro, você foi rico, e eu também, e isso me assusta a cada passo que me aproxima da balança. Quem foi realmente pobre ou realmente rico? — disse o outro.
— É, você tem razão. Não faz sentido ser a balança da pobreza ou da riqueza. Como também não faz sentido ser a balança da beleza, da sabedoria, dos méritos, da força, da arte ou da Ciência. Vivi tantos anos, conheci tantas coisas, fui um bom cidadão; agora, no entanto, vejo que o mais importante da vida me passou despercebido. Eu tinha que me preparar para esta balança, que nem sei o que pesa.
Naquele ambiente de aflição, havia um homem na fila que tinha paz. Seu rosto era tranqüilo e seus olhos tinham um brilho radiante. Aquela alma desesperada se aproximou dele e implorou: — Tu, entre todos nós aqui, és o único que pareces estar confiante de que não serás lançado no abismo. Dize-nos: sabes o que pesa aquela balança?— Certamente que sim. Eu sabia que ela estaria na porta de entrada do Céu. Esta é a balança das palavras. Ela pesa tudo que dissemos em nossa vida terrena. As boas palavras e tam­bém as palavras frívolas de cada um de nós. Ora, a boca fala do que o coração está cheio. São, portanto, as palavras a expressão do coração de cada um, e são elas que nos condenam ou nos absolvem.
Mas como podes ter certeza de que falaste, nos tantos anos de vida, mais palavras boas que más? Nos momentos de aflição, de raiva ou de simples conversas corriqueiras, é tão comum se falar palavras frívolas! Quem te garante que a balança penderá para o teu lado?Certamente a balança penderá pa­ra o meu lado, e não há a menor dúvida no meu coração. Entre todas as palavras que existem, há aquelas que pesam mais que quaisquer outras. São as mais lindas que disse em toda a minha vida, e vieram do mais profundo do meu coração. Elas têm peso maior do que qualquer outra palavra frívola que porventura eu tenha pronunciado em um momento de fraqueza.
— Dize-me, então, que palavras são essas. Talvez eu as tenha dito — pediu o homem.— Amigo, creio que se algum dia as tivesse pronunciado, jamais as teria esquecido. As palavras são: Jesus Cristo, eu Te aceito como meu Salvador pessoal. Entrego-Te a minha vida de todo o meu coração. Salva a minha alma, Senhor, porque sou um pecador.”
Disse Jesus: “Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no dia do juízo; porque, pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado.”

Uma mensagem para todos nos

Hoje veio ao meu pensamento esta palavra escrita no livro do João capitulo20 vers 24-30

Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei. E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.

 
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro.
Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.
João 20:24-31
Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro.
Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.
João 20:24-31
Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro.
Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.
João 20:24-31
Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro.
Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.
João 20:24-31

DIA 1 de Abril



Para quem é de Deus só existe o dia da Verdade , o dia da mentira e algo que a pessoa que é de Deus excluiu da sua vida. Mas infelizmente ,  existe o dia 1 de Abril que é comemorado como o dia da mentira.
 O dia da mentira e mais uma ilusão e invenção criada pelo diabo. Aí muitos dizem eu nunca minto , vou mentir hoje e amanha volta tudo ao normal , pois é mas essa pessoa se esquece que se Jesus voltar hoje ou ela morrer e for apanhada na mentira a sua alma vai directamente para o inferno.
O mundo brinca com esse dia , se diverte. Mas para quem é de Deus todos os dias são dias da Verdade.

Qual a sua escolha: